Proprietário do Corolla de placas OXS-4079, Antonio Maria dos Reis (69 anos), é apontado como amante da menor de 17 anos que dirigia o veículo quando atropelou e matou três pessoas no centro de São Luís no último fim de semana.

Um atropelamento que resultou na chacina de três pessoas que saíram de uma igreja na noite do último sábado (14) chocou São Luís. O ato foi causado por uma jovem de 17 anos que estava na companhia de amigos comemorando o aniversário de um deles. Como tentativa de abafar o caso, a placa do veículo foi coberta e a identidade do proprietário. Investigações do blog nos últimos dias revelaram que a menor mantinha um relacionamento com o proprietário do carro usado nos atropelamentos.

As três pessoas mortas foram Maria Raimunda Lavoura de Sousa (57 anos), João Victor Pinto de Sousa (15 anos) e David Ricardo Pacheco (13 anos).

A morte dos garotos e da senhora, dadas as circuntâncias, são aterradoras. Em uma parada de ônibus, voltando de uma igreja, uma senhora e dois jovens que eram exemplos em suas vizinhanças. O mais novo, David Ricardo, era conhecido como um menino de ouro no Jaracaty. Dentro do carro que lhes tirou a vida, três irresponsáveis que não tem, e continuarão sem ter, futuro.

O veículo pertence ao empresário Antonio Maria dos Reis. Em depoimentos dados à polícia, foi constatado que a menor mantinha um caso extraconjugal com o empresário e que frequentemente recebia o veículo e quantias em dinheiro.

Antônio Maria, que está sendo apontado como responsável indireto pelas três mortes, é proprietário da Drogaria São Luís, o bairro da liberdade. A empresa está registrada com o CNPJ 05.932.458/0001-00 e com o nome de A. M. dos reis & CIA Ltda.