Governador havia indicado Cleide para o cargo de vice na chapa de Carlos Brandão. Intenção era “neutralizar” vice em possível retorno do comunista em 2026

Ex-esposa do lendário Humberto Coutinho, a deputada estadual Cleide Coutinho (PDT) anunciou que não deve disputar um novo mandato político. Cleide havia sido indicada pelo governador Flávio Dino como vice em uma possível chapa ao lado de Carlos Brandão. A estratégia consistia em isolar o senador Weverton Rocha na disputa do ano que vem. O anúncio de Cleide forçará Flávio Dino a buscar uma outra alternativa para o cargo.

O PLANO

Indícios dão conta de que Flávio Dino tem como “plano B” na política uma possível volta ao governo em 2026. Daí a preferência por Brandão, que irá buscar reeleger-se no ano que vem após a renúncia do próprio Flávio Dino. Ao contrário de Weverton, o tucano não poderá, caso eleito no ano que vem, disputar novamente o cargo de governador em 2026. O cargo ficaria livre para um possível retorno de Flávio Dino.

A última “ponta solta” na estratégia era o cargo de vice na chapa de Carlos Brandão. Weverton Rocha chegou a sugerir que poderia abrir mão da disputa no ano que vem e indicar o vice na chapa de Brandão. Com isso, Weverton garantiria o apoio do preposto em 2026 quando Carlos Brandão deixasse o cargo para disputar o senador, assim como deve fazê-lo o governador Flávio Dino. A recusa de Flávio Dino no consenso escancarou os planos do comunista de voltar ao governo nas próximas eleições e deixaram abalada a relação com o senador. A médio e longo prazo, dentro dos planos de Flávio, Weverton não disputará o governo.

O desinteresse de Cleide Coutinho pela política, segundo alguns observadores, já era percebido na Assembleia Legislativa. Sabedor disso, o governador Flávio Dino (PSB) via na ilustre política de Caxias uma forma de neutralizar o perigo de que o vice de Carlos Brandão, desde que eleito com o tucano, tente disputar a eleição em 2026. Cleide Coutinho, que desfruta de um respeito inabalável dentro do grupo governista, teria seu nome aclamado por unanimidade ao mesmo tempo que não demonstra interesse em seguir na vida pública. Ao anunciar que não deve mais disputar, Cleide pode ter atrapalhado os planos de Flávio Dino de usá-la.

A notícia da aposentadoria política de Cleide Coutinho foi dada em primeira mão pelo jornalista Ricardo Marques.