Volume de recursos enviado pelo Governo Federal entre 2019 e 2021 supera a marca de R$ 60 milhões. Nunca antes o Governo do Maranhão havia recebido valores dessa magnitude no combate ao crime.

O governador Flávio Dino (PSB) escondeu durante a cerimônia de entrega de 122 viaturas distribuídas às Polícias Militar e Civil que a ação só foi possível graças a recursos enviados ao Maranhão pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). As novas unidades serão utilizadas em 63 cidades do Maranhão. Entre 2019 e 2020 o Maranhão recebeu mais de R$ 40 milhões em recursos para o combate da criminalidade. Nunca na história o estado havia recebido um volume tão grande de recursos a serem empregados no combate ao crime.

Em 2021 já foram enviados mais R$ 19 milhões ao estado. Somados com os valores de anos anteriores, o Maranhão recebeu em dois anos e meio mais de R$ 60 milhões. Apesar do volume inédito, tanto o governador Flávio Dino quanto o secretário de segurança pública, Jefferson Portela, omitem a atuação de Jair Bolsonaro no envio de recursos ao estado.

Apesar de tentarem esconder a responsabilidade de Jair Bolsonaro no aumento de verbas para a luta contra a criminalidade no estado durante o festival de entrega na Praça Maria Aragão, os comunistas não conseguiram esconder completamente o mérito do Governo Federal. Pela lei, as viaturas são obrigadas a ter adesivo mostrando origem dos recursos. Os valores são oriundos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) e referentes aos eixos de Enfrentamento à Criminalidade Violenta e Valorização dos Profissionais de Segurança Pública. 

DINHERO PARA O CRIME, NÃO CONTRA O CRIME

No Portal da Transparência do Governo do Estado não consta detalhadamente o montante de recursos empregados nas 122 unidades de viaturas do tipo pick-up. Uma busca no sistema revela que a Secretaria de Segurança Pública tem um custo médio com aluguel de viaturas de R$ 1 milhão por mês.

Os veículos entregues nesta semana são considerados subequipados por policiais. Enquanto outros estados contam com viaturas blindadas que dispõe de computadores, acesso à internet e até câmeras de reconhecimento facial, as unidades entregues pelo governador contam apenas com cela de isolamento e rádio comunicador. Das 122 veículos, 71 irão à Polícia Militar e 51 para a Polícia Civil.