Mical Damasceno repudiou intolerância religiosa e violência contra evangélicos movida por umbandistas em São Luís

Segundo a deputada Mical Damasceno (PTB), membros da Assembleia de Deus estão sendo perseguidos por umbandistas no bairro Vila Nova, em São Luís. Os evangélicos foram agredidos física e verbalmente em algumas ocasiões e impedidos de realizar cultos.

A ação contra a prática religiosa que fere diretamente a liberdade de culto estaria coordenada pelo “pai de santo” João Curador.

A perseguição de grupos cristãos tem se tornado prática comum no Maranhão, principalmente por grupos esquerdistas. Apesar disso, muitos evangélicos, como a senadora Eliziane Gama, são alinhados a projetos esquerdistas.

Nos últimos meses a deputada Mical Damasceno se tornou uma voz contra estes ataques.