Segundo MPE, Raimundinho do Lídio foi enquadrado como Ficha Suja. Logo, o ministro do TSE, Alexandre de Moraes, determinou nova eleição na cidade

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio do ministro Alexandre de Moraes, deliberou nova eleição na cidade de Paulino Neves.

A determinação foi provocada após recurso impetrado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) ao alegar que Raimundo de Oliveira Filho, o Raimundinho do Lídio, vencedor das eleições em 2020, seria Ficha Suja por ter sido demitido do cargo de analista do Seguro Social do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O ministro Alexandre de Moraes acatou a argumentação e decidiu por uma nova eleição no município após Raimundinho do Lídio ter sua candidatura cassada.