Após manifestações na Avenida Paulista, atos pró-Lula assolaram patrimônios públicos e privados na Rua da Consolação, em São Paulo

Agências dos bancos Santander (nº 2.104) e Itaú (nº 2.265) foram depredadas no último sábado (19) durante atos pró-Lula, no centro da cidade de São Paulo.

O grupo de manifestantes também pichou ônibus, a um estabelecimento comercial que ganhando frases como “Marielle vive” e “chega de extermínio” em sua sua vidraça enquanto funcionava, e quebrou pontos de parada. Uma loja de carros da Hyundai também foi alvo dos vândalos e recebey uma foice e um martelo em spray vermelho na sua fachada.

A informação foi confirmada pela Polícia Militar de São Paulo no início da noite.