Motoristas e cobradores já foram incluídos na lista de prioridade contra a Influenza H1N1 e aguardam inserção no plano de vacinação contra a Covid-19

O deputado estadual Yglésio Moyses (PROS) pediu ao Joel Nunes, secretário Municipal de Saúde, a inclusão de profissionais rodoviários, entre 40 a 60 anos, do transporte público de São Luís na lista de prioridades da vacinação contra o novo coronavírus.

A solicitação à Prefeitura de São Luís aconteceu nesta segunda-feira (10) e ainda não há resposta por parte da gestão da capital ludovicense sobre a imunização da categoria contra a Covid-19, público alvo este já inserido no plano de imunização contra a Influenza H1N1. Na oportunidade, o parlamentar afirmou que os profissionais do transporte público urbano da região metropolitana estão expostos sem nenhum tipo de proteção contra o novo coronavírus, necessitando se virar para escapar da Covid.

“Aquelas pessoas que trabalham nos ônibus estão expostas a um nível muito alto de se contaminar, de contaminar outras pessoas. E o pior é que não possuem proteção suficiente para evitar isso, podendo, inclusive, ajudar a propagar a doença na cidade”, manifestou Yglésio Moyses.