De acordo com levantamento da Universidade de San Andrés revelada na última quarta-feira (26), 72% dos argentinos desaprovam atual governo

A aprovação do presidente da Argentina, Alberto Fernández, continua caindo. De acordo com levantamento da Universidade de San Andrés revelada na última quarta-feira (26), 72% dos argentinos desaprovam o atual governo.

A pesquisa aponta o nível mais baixo desde que Fernández assumiu a presidência. A inflação é considerado o principal problema da Argentina, seguida pela corrupção, crime, roubo e insegurança. A preocupação com doenças aumentou consideravelmente e muitos dos entrevistados discordam parcial ou totalmente das medidas adotadas pelo governo federal em relação à pandemia do novo coronavírus.

Dessa forma, o fato da Argentina atravessar uma série de problemas econômicos e medidas restritivas para o combate à Covid-19, a popularidade de Alberto Fernández despencou acentuadamente.