Kaique havia impedido um assalto contra uma mulher próximo ao estabelecimento. Bandido retornou ao local e executou vítima que estava trabalhando

A Polícia Civil segue fazendo diligências para prender Carlos Inácio, suspeito de executar jovem dentro de galeteria no bairro Jardim São Cristóvão, que continua foragido. O acusado seria morador do bairro Coroadinho, mas não foi encontrado no endereço.

Na quarta-feira (21), após reagir contra o bandido que havia tentado assaltar uma mulher nas proximidades da galeteria enquanto aguardava um ônibus, minutos depois o suspeito retornou com arma de fogo e efetuou vários disparos contra Kaique, que morreu no estabelecimento.

Kaique da Silva Sales, de 28 anos, trabalhava na galeteria O Cravo e a Rosa, localizada na Rua Cônego Ribamar Carvalho, no bairro São Cristóvão 1, em São Luís.