Governador cobra realização do recenseamento nacional e ignora falta de orçamento para tal

Em virtude da crise, o governo Federal manifestou que o Censo 2021 não será realizado devido à falta de orçamento. No entanto, nesta quarta-feira (28), o governador do Maranhão comemorou a decisão do Supremo Tribunal Federal que obriga a União a fazer o Censo.

Embora todos saibam a importância da realização do recenseamento nacional, Flávio Dino (PCdoB) ignora toda a crise atravessada pelo país mediante a pandemia, o que compromete os cofres públicos, ou parece esquecer que o próprio já admitiu descumprir decisão judicial por conta de ausência de orçamento.

Em novembro de 2018, o comunista editou um decreto autorizando o Maranhão a não cumprir ordens judiciais em episódios envolvendo a implantação de vantagens a servidores públicos caso não houvesse orçamento para tal.

O ato governamental de 2018 acabou sendo revogado mediante pressão sofrida pelo governador do Estado causada pela comunidade jurídica.