Adolescente, que debochou da prisão de Daniel Silveira (PSL-MA) por ataques contra o Judiciário, está com medo de responder por ataques contra Executivo

O youtuber e agitador social Felipe Neto foi intimado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro intimou, nesta segunda (15). O adolescente foi enquadrado na lei de “crime contra segurança nacional”. Felipe Neto acusou Jair Bolsonaro de ser um genocida (assassino que mata deliberadamente milhões de pessoas de forma direta e ordenada).

Além de Felipe Neto, também foi denunciada a atriz comunista Bruna Marquezine (Republicanos-RJ). O autor da queixa-crime foi aberta pelo vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

O adolescente afirmou que a queixa é uma tentativa de silenciá-lo. “A clara tentativa de silenciamento se dá pela intimidação. Eles querem que eu tenha medo, que eu tema o poder dos governantes. Já disse e repito: um governo deve temer seu povo, NUNCA o contrário. Carlos Bolsonaro, você não me assusta com seu autoritarismo. Não vai me calar”

Por um desses acasos do destino, semanas atrás Felipe Neto ironizou a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) que alegou absolutamente a mesma coisa que Neto alega agora.