Episódio revela que humorista só tem “coragem” para atacar alvos fáceis e que sua “valentia” era limitada. Quem tem vergonha vai torcer para que Alexandre de Moraes decrete sua prisão.

Após solicitar que a população agredisse todos os deputados da Câmara Federal, o sempre tão valente e indecoroso comediante Danilo Gentili abaixou o tom e decidiu pedir desculpas. Acontece que em publicação na semana passada o comediante afirmou que “só acreditaria no país” se a população invadisse a Câmara Federal e “socasse todo deputado” que discutia a PEC da Imunidade Parlamentar. Após ser ameaçado de prisão, Gentili apagou a publicação, assumiu o erro e pediu desculpas.

Note-se bem: o comediante não restringiu suas ameaças aos deputados que defendem a PEC, mas todos os que discutem a proposta. Dessa forma, é evidente que sua ameaça se expande a todos os deputados da casa, uma vez que a matéria é de interesse geral.

O fato comprova que a coragem sempre tão propagada de Danilo Gentili tem limites. Acostumado a ridicularizar outsiders da política como Maria do Rosário e o próprio Jair Bolsonaro, o humorista recuou ao perceber que ir além disso poderia render-lhe problemas maiores do que o pagamento de indenizações.

Além do mais, Gentili comemorou em silêncio o fechamento do Terça Livre e a prisão de Daniel Silveira, entre outras atitudes de desrespeito à liberdade de expressão. Sua prisão seria uma dessas ironias belas da vida. Mesmo sabendo saber injusta, eu torço por ela por questões morais.

De qualquer forma o humorista já se ferrou nessa. Nunca mais falará nada sobre Câmara e STF. Sua “coragem” vai sobrar apenas para os “minions” e a família Bolsonaro.

Danilo Gentili é um covarde que fez fama vendendo a imagem de corajoso.