Prefeita de Lago da Pedra sinaliza aproximação do grupo político que trabalhou para destrui-la. Aproximação é traição direta ao presidente Jair Bolsonaro que a acolheu quando comunistas a atacavam.

A prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PSDB), provavelmente foi uma das pessoas mais perseguidas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) nos últimos seis anos. Quando prefeita na gestão passada, ela chegou a ser impedida de discursar na própria cidade. Pois bem, parece que toda essa situação não bastou.

Maura Jorge divulgou ao máximo reunião com secretário de Flávio Dino, Jeferson Portela

A prefeita divulgou reunião com o secretário de Segurança Pública do Estado, Jeferson Portela. Após a reunião, Maura Jorge fez questão de mostrar deferência ao governo e agradecer “o apoio”. A ampla divulgação da situação pela equipe de comunicação da prefeita evidencia uma tentativa de aproximação ao Governo Flávio Dino.

O entusiasmo da prefeita revela que a reunião foi muito além de um simples encontro institucional.

As palavras revelam uma tentativa de “homenagem” ao governador. Dadas as ambições políticas do secretário Jeferson Portela, não seria espanto se Maura Jorge apoiasse o comunista nas eleições de 2022.

Vale ressaltar ainda que Maura Jorge ocupou cargo no governo de Jair Bolsonaro quando os ataques de ser (ex)adversários eram mais frequentes.

O gesto de simpatia da prefeita prestada indiretamente ao governador na pessoa do secretário é dessas coisas da política que custam a ser entendidas.