Vítima ainda seria parente do estuprador. Suspeitas dão conta de que o Conselho Tutelar está protegendo identidade do possível criminoso.

Um vereador do PCdoB em Pedro do Rosário, no interior do Maranhão, é acusado de ter estuprado uma criança de 13 anos. A menina, além de menor de idade, seria prima do suposto estuprador comunista e chegou a engravidar após o ato criminoso. A jovem perdeu o bebê. A informação foi divulgada em primeira mao pelo jornalista Diego Emir.

Atualmente a vítima está internada em uma Maternidade de Alta Complexidade de São Luís. Ela é assistida por membros do Conselho Tutelar de São Luís que, por razões ideológicas, preferem não denunciar o vereador e nem divulgar o seu nome.

Por conta da operação abafa movida para esconder o estupro da criança, apesar de todos os indícios, o criminoso comunista continua solto.

NÃO É NOVIDADE

Casos de estupro promovidos por políticos do PCdoB tem se tornado comuns. Em 2019 o prefeito de Uruburetama (CE), José Hilson de Paiva, foi afastado do cargo após acusações de ter promovido estupros em massa.

Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, e Kacyla Pryscila Santiago, de 28 anos, acusadas de torturar e assassinar o menino Rhuan Maycon, também eram fliadas ao PCdoB. O partido chegou a divulgar nota após o ocorrido.