Documentos revelam que policiais estão utilizando viatura com identidade roubada em cidade do interior do estado. Processo de desmoralização da Polícia Militar no governo comunista atingiu níveis trágicos.

A desmoralização da Polícia Militar do Maranhão, noticiada neste blog, atingiu níveis indiscutíveis. Nesta quarta (9) foi denunciado o suposto uso de viatura clonada (quando a identidade do veículo é roubada) estava sendo usada pela Polícia Militar do Maranhão no município de Timon. O episódio marca o momento mais baixo da corporação em sua história.

Documentos expostos por um morador de Teresina identificado como Luciano do Vale Oliveira revelam que uma S10, de placas OUD3158, foi clonada e estava sendo usada pela Polícia Militar do Maranhão.

No último dia 06 de setembro Luciano registrou o Boletim de Ocorrência nº 100208.03908/2020-45 na Delegacia de Polícia Interestadual (POLINTER) de Teresina (PI). Ele alegou que estava recebendo injustamente multa aplicada na cidade de Balsas (MA).

No Auto de Vistoria/Clonagem, realizado na S10 em 08 de outubro, a Polinter declarou que não foram encontrados vestígios de adulteração na numeração do chassi e do motor da camionete, ou seja, o veículo de propriedade de Luciano Oliveira se encontra dentro da lei.

Contudo, para surpresa de todos as imagens das multas recebidas trazem fotos de uma das viaturas da Polícia Militar do 4º BPM de Balsas, no Sul do Maranhão.

É o processo de desmoralização da Polícia Militar sendo tocado à todo vapor pelo governo.

O blog entrou em contato com a Secretaria de Segurança por meio de sua assessoria com a esperança de que o caso se trate de um mal-entendido. Até a edição da notícia não obteve resposta.