Gastos da Secretaria de Comunicação subiram de R$ 49 milhões em 2015 para R$ 90 milhões em 2021 por ordem do comunista. Gestão de Flávio Dino entrará para a história no ano que vem como o que mais gastou com propaganda em toda a história de um estado miserável.

Eleito com discurso de “mudança” e de priorizar “o povo”, o governador Flávio Dino (PCdoB) quase que dobrou os recursos públicos gastos com propaganda desde 2015. Vale ressaltar que o orçamento de 2015 foi aprovado no último ano do governo de Roseana Sarney (MDB).

No último ano de Roseana Sarney, frequentemente acusada de usar as verbas de propaganda para benefício próprio, foram destinados à Secretaria de Estado da Comunicação Social em 2015 pouco mais de R$ 49 milhões de reais para a propaganda.

Em 2021, por influência direta de Flávio Dino, a Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos terá o maior orçamento da história para a pasta, cerca de R$ 90 milhões de reais. Um aumento de quase 85% em relação ao gasto.

Vale ressaltar que semanas atrás o governador foi apontado como mentor de um suposto esquema de corrupção que comprou milhares de assinaturas de uma revista que estampou Dino várias vezes na capa.