Deputado vai receber cargo no governo para dificultar criação da “CPI do Corona Jr”, que pretende investigar crimes contra a saúde pública durante a eleição.

O advogado Duarte Jr, que nunca teve como sucesso em escritório ou foi aprovado em concurso público e mesmo assim se acha um “case de sucesso”, deve contar mais uma vez com indicação política para “vencer na vida”. Há em curso uma operação para impedir a investigação do suposto crime contra a saúde pública pelo deputado durante a campanha. A forma encontrada foi garantir um cargo no governo estadual para tirar Duarte da Assembleia e dificultar a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Corona Jr.

Já é dada como certa a nomeação de Duarte em alguma secretaria para causar constrangimento aos parlamentares que exigirem a prática dos supostos crimes.

O fato é que a cortina de impunidade, levantada pelos poderosos, visa preparar Duarte Jr para lutas futuras contra aqueles que Carlos Brandão chamou de “desertores”. Brandão sabe que o senador Weverton Rocha (PDT) possui um grupo maior e mais coeso. Dessa forma, “salvar Duarte Jr de uma investigação” é preservá-lo para batalhas futuras.

A única chance de frear o ímpeto do político mais sórdido que se tem notícia na história recente do Maranhão é a luz de uma investigação justa sobre seus atos. Aceitar o boicote da investigação é garantir a Duarte a única barreira que ele precisa para voltar a aprontar no futuro e tentar vingar-se de seus adversários: a impunidade.

E mais uma vez o “case de sucesso” irá contar com indicação política dos outros para ter… sucesso.