Enquanto crianças maranhenses agonizam sem aula, governador convoca todos os secretários e aliados políticos para derrotar Eduardo Braide. Nem no começo da pandemia mobilização do governo foi tão grande.

Se o governador maranhense tivesse a mesma preocupação com o retorno das aulas que tem demonstrado na eleição de São Luís, com certeza milhares de crianças não estariam com os estudos prejudicados.

Desde o fim do primeiro turno o Flávio Dino direcionou todos os recursos do governo para a destruição de Eduardo Braide. O comunista transformou o Palácio dos Leões, sede do governo do estado, no quartel general da maior mobilização de seu governo nos últimos anos.

Flávio convocou todos os secretários de governo e aliados políticos contra Braide. Nem mesmo no início da pandemia, quando o pânico tomava conta do planeta, se viu tanto esforço do governador.

O fato é que se toda a energia despendida para derrotar Braide fosse usada no sistema de educação do estado, talvez milhares de crianças e adolescentes carentes não estivessem sem aula.

É certo que os filhos de Flávio Dino e de seus secretários, todos em escolas particulares, já estão tendo aula. Isso é o que importa, o resto é eleição.