Declaração escandalosa foi dada durante live na noite desta quinta. População maranhense aguarda ansiosa por novo processo a ser movido contra presidente pelo governador Flávio Dino.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a propagandear o refrigerante maranhense Guaraná Jesus. Em live na noite desta quinta, Bolsonaro pediu a auxiliares que lhe servissem o refrigerante. Além de dizer que “se tornou fã” do refrigerante, Bolsoanro ainda aconselhou a maridos que “dessem o refrigerante” a suas mulheres em TPM.

Até o momento nenhum grupo feminista maranhense, ou nacional, saiu em defesa da fala do presidente. É bem provável que ao longo do dia o UOL, ou a Folha de São Paulo, denunciem o machismo e a misoginia na piada do presidente e delatem a xenofobia contra a população do Maranhão.