Candidatos do PROS e PRTB fizeram campanha com recursos próprios e de doadores.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os 10 candidatos que disputaram as eleições em São Luís arrecadaram mais de R$ 9 milhões. Entre estes, apenas dois não usaram recursos públicos em suas campanhas. Silvio Antonio (PRTB) e Yglésio Moyses (PROS).

Yglésio Moyses arrecadou R$374.500,00 na campanha. Desse montante, 77,57% dos recursos saíram do bolso dele. Yglésio foi o candidato que mais tirou do próprio  bolso, gastando R$290.500,00. Ele Ao fim da eleição Yglésio obteve 9.816 votos.

O candidato do PRTB, Sílvio Antônio, teve a campanha mais enxuta das eleições em São Luís. Silvio Antônio arrecadou míseros R$36.305,00. Nenhum centavo, assim como Yglésio, foi oriundo de recursos públicos.

Silvio Antonio terminou em sexto lugar, com apenas 6 mil votos a menos que Bira do Pindaré. Aliás, a comparação entre os três revela a putaria que se tornou o financiamento público de campanhas no país.

Enquanto o candidato do PRTB precisou de pouco mais de R$ 35 mil para receber 16 mil votos, Bira do Pindaré “embolsou” quase UM MILHÃO E MEIO DE REAIS para alcançar 22 mil votos. Quase 100% dos recursos da campanha de Bira foram oriundos de recursos públicos repassados a ele pelo PSB.

Você acha que a campanha humilde de Bira do Pindaré valeu UM MILHÃO E MEIO de reais?

De resto, parabéns a Yglésio Moyses e Sílvio Antônio.