Pela segunda vez o nome do deputado Duarte Jr é ligado a campanhas de difamação e fake news na internet. Em março deste ano, assessores dele foram denunciados por Wellington do Curso.

De acordo com o deputado e candidato a prefeito Neto Evangelista, sua filha de 13 anos teve acesso a um vídeo que relaciona a candidatura do pai a um ator pornô. O deputado suspeita de que o ato não é isolado e que faz parte de uma campanha de fake news para prejudicá-lo.

Na manhã desta terça 13), o deputado protocolou denúncia na Polícia Federal em pede a investigação do caso.

A suspeita é de que o vídeo tenha sido produzido por uma milícia digital montada para atacar adversários. Na denúncia o deputado relata que algumas das mensagens foram divulgadas pelo número +55 98 9152-1396, supostamente de propriedade de Danielle Araújo.

O número disparou as mensagens em diversos grupos de WhatsApp utilizados por jornalistas, blogueiros e demais formadores de opinião da cidade de São Luís de forma recorrente.

Ainda segundo a peça, paralelamente aos ataques contra Neto, o mesmo número divulga informações positivas sobre o candidato Duarte Jr.

Em março deste ano o deputado Wellington do Curso (PSDB) apresentou dados fornecidos pelo Facebook que ligariam Thiago Rios e sua esposa, Christianne Pereira Portelada, a uma campanha de difamação nas redes sociais contra Wellington. Thiago era assessor parlamentar de Duarte Jr e sua esposa é ex-servidora do Procon.

Wellington do Curso já havia feito denúncia semelhante contra assessor de Duarte Jr

Confira a representação de Neto Evangelista na íntegra abaixo:

Representacao-Neto-Policia-Federal-final-Fake