Apenas Eduardo Braide, Neto Evangelista, Duarte Jr e Bira participariam de debate se ele fosse realizado hoje  

A Globo anunciou nesta segunda (21) que pretende reduzir o número de participantes nos debates no primeiro turno das eleições municipais. AS regras valem para todo o Brasil e atingiriam diretamente o pleito em São Luís. As repetidoras, caso da TV Mirante no Maranhão, cabe apenas acatar a determinação.

Inicialmente a determinação é que apenas os quatro candidatos melhor colocados na pesquisa eleitoral (Ibope ou DataFolha) mais recente participem. A transmissão seria condicionada a acordo entre os partidos. Segundo a emissora, não é possível seguir o modelo tradicional em tempos de pandemia.

Se o debate fosse feito nesta semana, por exemplo, os quatro candidatos da cidade de São Luís que participariam seriam Eduardo Braide (Podemos), Duarte Jr (Republicanos), Neto Evangelista  (DEM) e Bira do PIndaré (PSB), os quatro primeiros da pesquisa Ibope divulgada pelo jornal O Estado do Maranhão no segunda (21).

Ficariam de fora Adriano Sarney (PV), Carlos Madeira (Solidariedade), Jaisael Marx (Rede), Rubens Pereira Jr (PCdoB), Franklin Douglas (PSOL), Dr Yglésio (PROS) e Pastor Silvio Antônio (PRTB).

Nas capitais em que os partidos não aceitarem o novo formato, o debate em primeiro turno não será realizado pela líder de audiência. No segundo turno, como são apenas dois candidatos, o cronograma segue mantido. As entrevistas nos telejornais locais também não serão feitas.

A realização de debates virtuais foi descartada por falta de controle nas regras. “Os candidatos precisam ser tratados de forma equânime e ter as mesmas condições, e o público precisa perceber isso. Um candidato pode injustamente ser acusado de estar com ponto eletrônico, de estar recebendo ajuda de assessores, por exemplo”, disse a emissora.