Secoriea Turner foi alvejada com vários tiros após carro em que estava com a família ser abordado por integrantes do movimento Black Lives Matter

A jovem Secoriea Turner, de apenas 8 anos de idade, foi assassinada a tiros nesta semana após o carro em que se encontrava com seus pais romper uma barreira de manifestantes ligados ao movimento Black Lives Matter. A notícia em inglês pode ser vista aqui.

O carro em que a garota estava com a mãe e uma amiga adulta havia tentado entrar em um estacionamento no quarteirão 1238 da Pryor Road. Segundo a polícia de Atlanta, o veículo foi abordado por um grupo de pessoas armadas ligadas ao movimento Black Lives Matter que haviam bloqueado a entrada. Durante o confronto, alguém do grupo abriu fogo contra o carro, atingindo-o várias vezes e atingindo a Secoreia.

Segundo a polícia, a garota foi alvejada por vários tiros. O pai de Secoriea, Charmaine Turner, falou sobre o assunto. “Eles mataram meu bebê porque atravessamos uma barreira e ele mataram o meu bebê. Dizem que é uma questão de defesa da vida negra. Desta vez foram eles que assassinaram uma criança negra. Ela era uma criança. Ela não fez nada a ninguém.”

No mês passado o jovem negro Rayshard Brooks foi morto pelo ex-policial Garrett Rolfe. A ação teria motivado os protestos. Desde a morte de Brooks, os manifestantes ocuparam a área, às vezes não permitindo a entrada de pessoas.

“Entendemos a frustração de Rayshard Brooks. Entendemos”, disse a mãe. “Não temos nada a ver com isso. Somos inocentes. Meu bebê não significou nenhum dano. “

O vereador Antonio Brown criticou a violência empregada pelo Black Lives Matter. “Isso não é mais sobre as pessoas versus a polícia, é sobre a humanidade, e é maior que tudo. Quero dizer que temos que refletir e entender o que está acontecendo aqui, há uma inquietação nesta cidade em que nós, como funcionários eleitos, como líderes nesta cidade, como as pessoas nesta cidade que precisamos nos unir, precisamos trabalhar através de nossas diferenças e encontrar um terreno comum , para que possamos alcançar um lugar de paz nesta cidade “.