Evolução patrimonial de Josimar de Maranhãozinho chama a atenção. Ele manteve uma média de R$ 1 milhão de “economias” por ano desde sua 1ª eleição

O deputado federal Josimar de Maranhãozinho, acusado pelo também deputado federal Aluísio Mendes de chefiar uma quadrilha, é um fenômeno político e financeiro. Dados do TSE revelam que o parlamentar saiu de R$ 0 para R$ 14.591.074,31 em 14 anos.

Em 2004 o calouro não declarou nenhum bem ao candidatar-se a prefeito de Maranhãozinho. Quatro anos depois, em 2008, o prefeito do interior declarara uma fortuna de R$ 463.906,86.

Nos dez anos que se seguiram o crescimento dos bens do político foi extraordinário. Em 2014 ele declarou uma fortuna de bens no valor de R$ 6.563.240,69.

Entre 2014 e 2018 o político conseguiu juntar mais R$ 8 milhões em patrimônio. Chegando a incríveis R$ 14.591.074,31. Declarados ao TSE em 2018.

O homem é um fenômeno…