Relatórios apresentaram prejuízo bilionário na empresa. Causa pode ter sido motivada por Covid-19 e atuação esquerdista da empresa

A gigante do esporte Nike relatou um prejuízo brutal de U$ 790 milhões. Em reais, o prejuízo chega a mais de R$ 4 bilhões. O anúncio foi feito na quinta (25).

Além das paralisações provocadas pelo COVID-19, a militância política de origem esquerdista da empresa pode ter causado o prejuízo bilionário.

As receitas caíram 38% após quedas nas vendas na maior parte do mundo. Contudo, foi nos EUA onde a empresa teve o maior baque. As receitas caíram 46% no país.

Vale lembrar que a empresa financiou Colin Kaepernick, jogador de futebol americano que ficou famoso por desonrar o hino nacional e tratr policiais como porcos.