O grupo estudantil da Universidade Federal do Maranhão, Carcarás, emitiu nota em que denuncia tentativa de equiparar Bolsonaro a líder fascista. Confira:

Não costumamos dar Ibope pra esse povo, mas cabe uma resposta a essa acintosa postagem da senadora Eliziane Gama. Vamos a ela.

A desavisada — pra não dizer má intencionada –, na tentativa de equiparar o governo Bolsonaro ao governo fascista de Mussolini, postou uma manchete de 12 de agosto de 1937 onde supostamente o líder fascista defende o armamento civil. No entanto, quando procuramos a matéria completa, encontramos esta pérola:

“Quando falamos em ‘povo’ queremos dizer ‘Estado’, porque só o Estado representa os interesses do povo através da gerações” — Mussolini.

Ou seja, trata-se de armar O ESTADO contra o inimigo externo (e interno, claro). Mais precisamente: trata-se de armar o Exército fascista e desarmar o povo, a população civil. Se a senadora, que se elegeu enganando a Igreja evangélica, tivesse estudado a história saberia que o fascismo é definido na famosa frase do próprio Mussoline: Tudo no Estado, nada contra o Estado, e nada fora do Estado. Um governo como o do Bolsonaro, que busca um Estado mínimo, JAMAIS poderia ser comparado à ideologia fascista. Já não se pode dizer o mesmo dos aliados vermelhos da senadora Eliziane…

Outro dado histórico que a senadora desconhece por completo, a julgar sua postagem, é que nunca NENHUM governo fascista quis seu povo armado. NENHUMA ditadura das inúmeras que aconteceram no século XX, inclusive a ditadura comunista, armou a população, muito pelo contrário! Todo governo tirano sobe al poder DESARMANDO o povo. Pelo simples motivo de que UM POVO ARMADO JAMAIS SERÁ ESCRAVIZADO!