Menos de 30 dias após STF garantir a governadores exclusividade na tomada de ações, tucano afirma que estudos mostram Brasil como futuro epicentro da pandemia em todo o planeta

No dia 16 de abril o Supremo Tribunal Federal (STF) que estados e municípios deveriam ter prerrogativa sobre a regulamentação de medidas de isolamento social, fechamento de comércio e outras restrições. A decisão transformou o governo federal apenas em um financiador de prefeitos e governadores.

Pois bem, menos de um mês após a decisão o governador João Dória veio a público afirmar que o Brasil pode virar o país com o maior número de mortos e infectados pelo coronavírus

“Estudos recentes indicam que o Brasil, infelizmente, corre o risco de se tornar o novo epicentro mundial da pandemia do coronavírus. Isso significa que o vírus está se espalhando rapidamente para as cidades menores em todo o país, e em São Paulo, infelizmente, o vírus também se expandiu, segundo dados do comitê de saúde, para o interior e litoral”, disse o governador.

Em todo o Brasil são mais de 125 mil casos até hoje (06). No estado governado por João Dória, são 37.853 casos confirmados.

Ora, se todas as decisões e recursos, que já chegam a quase UM TRILHÃO DE REAIS, cabem a governadores e prefeitos, se o Brasil tornar-se o epicentro da pandemia é lógico que caberá a prefeitos e governadores, principalmente a falastrões como dória, a culpa por tudo isso.

O fato é que João Dória, pelo menos indiretamente, assumiu que ALGUNS prefeitos e ALGUNS governadores falharam miseravelmente na missão de combater o Coronavírus lhes conferida pelo STF.