Pastor Coutinho, o homem que se diz de fé, é mais ativo no meio político no que no meio evangélico.

O pastor José Guimarães Coutinho, um dos líderes máximos da Assembleia de Deus no Estado, representa como ninguém no Maranhão a ponte entre fé e politicagem que assombra fiéis em todo o estado. Recaem sobre o pastor suspeitas de ser ele o principal “padrinho” de dezenas de capelães com altíssimos salários na Polícia Militar.

Coutinho é conhecido por ser cortejado por políticos que tentam tirar um quinhão eleitoral entre evangélicos. Coutinho, é claro, não se faz de rogado e abraça todos e todas.

O último “ungido” por Coutinho foi nada mais nada menos que o já famoso deputado federal Josimar der Maranhãozinho. Com orçamento ilimitado, é claro que Josimar não poderia deixar de visitar o maior “embaixador” da fé na política do estado.

A união entre Pastor Coutinho e Josimar de Maranhãozinho representa tudo o que há de mais podre, nefasto e perigoso na política do estado.