Valor pago por horas de show equivale a mais de 16 anos de trabalho de um assalariado e meses rendimento de empresário de sucesso.

O governo do estado pagou R$ 200 mil de cachê por poucas horas de show do cantor e compositor Zeca Baleiro. Tanto baleiro quanto Flávio Dino, governador do Maranhão, costumam militar nas redes sociais contra a “desigualdade” no país.

Em termos de comparação, Balero foi recompensado por poucas horas de trabalho com valores que qualquer assalariado demoraria mais de 16 anos para juntar. Um empresário que consiga lucrar R$ 30 mil por mês iria demorar seis meses, trabalhando todos os dias, para receber a mesma quantia.

Se o governo maranhense resolvesse contratar Balero por cerca de 8 horas, o cantor iria receber em menos de um dia o que Gabriel Barbosa, o Gabigol do Flamengo, recebe em um mês de trabalho.

Detalhe: Gabigol é conhecido nacionalmente, rende milhões de reais ao Flamengo e não recebe dinheiro público.

Abaixo um comentário de José Linhares Jr: