Paulo Guedes está perdendo seu tempo no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça). Durante um painel o ministro disse que o grande inimigo do meio ambiente é a pobreza. “Destroem porque estão com fome”, disse.

Duvido muito que algum esquerdista ou jornalista da extrema-imprensa entenda que a falta de saneamento básico é mais danosa ao meio ambiente do que todos os madeireiros do país juntos.

Também acho impossível que algum membro do PSOL, PCdoB, PT ou ongueiro sequer imagine que muito da deterioração na floresta Amazônica acontece por extrativismo selvagem movido por pobreza extrema e falta de perspectiva.

Se o Brasil tivesse mais saneamento básico, emprego e renda nas regiões florestais, com absoluta certeza o meio ambiente seria mais preservado.

Só que essas são daquelas relações simples que esquerdistas nunca irão entender.