Ex-presidente desmentiu fake news plantada por Flávio Dino sobre eleições de 2022 e convite para filiação no PT

O governador Flávio Dino conta com uma brutal estrutura de comunicação capitaneada por Rebeca Scatrut, esposa do jornalista Ricardo Noblat, comanda uma grandiosa estrutura que tem entre suas metas blindar e plantar notícias que beneficiem o governador comunista maranhense, Flávio Dino.

Apesar de ser um estado pobre, o Maranhão é um dos estados que proporcionalmente mais gasta com comunicação em todo o país. São mais de R$ 50 milhões de reais por ano.

O sistema de Rebeca é responsável por impedir que uma série de escândalos de corrupção, bem como números negativos da gestão comunista no estado, ganhem repercussão nacional. O suicídio de um enfermeiro envolvido com um monstruoso esquema de desvios na saúde, bem como a retirada ilegal de recursos do Porto do Itaqui e o sumiço de mais de R$ 1 bilhão de reais do Fundo Especial de Pensão e Aposentadorias do Estado são apenas alguns, entre tantos, escândalos abafados.

Além disso, a jornalista é responsável por plantar notícias que elevem o nome do governador. A última delas versava sobre um suposto convite do ex-presidente Lula a Flávio Dino. O petista teria convidado o governador a filiar-se ao PT e prometido a ele a cabeça da chapa da eleição presidencial em 2022. A informação estava sendo plantada em meios de comunicação alternativos e ganhou a grande mídia na manhã desta terça (28).

Nada melhor do que um esquerdista para saber os efeitos que uma notícia falsa pode ter. E nada melhor do que um esquerdista para remediar a situação.

Lula desmentiu IMEDIATEMENTE a farsa de Flávio Dino.

Apesar do tom ameno, está mais do que claro de que a intenção do ex-presidente foi impedir que a máquina de plantação de noticias falsas de Flávio Dino o usasse, e ao PT, como escada.