Movimentação do deputado federal Josimar de Maranhãozinho indicam vontade de vôos mais altos na política maranhense

Um ato político realizado na Raposa pode representar em definitivo a predisposição de Josimar Maranhãozinho (PL) a disputar o Palácio dos Leões em 2022. Acontecido no último fim de semana, o evento marcou o lançamento da pré-candidatura de Eudes Barros, aliado de Josimar.

Em discurso Barros afirmou: “Quando eu for prefeito dessa cidade, terei o apoio de Josimar, mas não como deputado federal, e sim governador do Maranhão“.

Estão se tornando frequentes declarações desta natureza em atos políticos de Josimar. Acreditar em coincidência é brincar com a inteligência dos observadores. O fato é que o deputado federal faz uso de uma tática chavão na política ao mirar alto em sua pedida.  

Candidato ao governador, ou não (queira o bom Deus que não), o fato é que Josimar já se considera apto a ocupar os primeiros lugares da política no estado. Algo que seria, de certo, um grandioso desastre.  

Com todo o respeito ao deputado, mas Josimar de Maranhãozinho como candidato ao governo, senado ou presidência da Assembleia, qualquer situação dessas é um retrocesso na política local.