Até agora independente, Adriano começa a incomodar e consolidar-se como opção real para ludovicenses em 2020

A pré-candidatura do deputado estadual Adriano Sarney (PV) vai ganhando mais força a cada dia. Aclamado pelos filiados do partido no estado e apoiado pelo presidente nacional da legenda, o deputado prepara uma estratégia eleitoral voltada para o corpo-a-corpo e na formulação de um plano de governo real. O crescimento do deputado, inclusive, começa a incomodar.

No início deste ano, após acumular a experiência de um mandato, Adriano Sarney iniciou uma mudança drástica no seu jeito de fazer política. Além de retirar o “Sarney” do painel da Assembleia, o deputado começou a acompanhar mais de perto as discussões sobre São Luís. Segundo o próprio deputado, a mudança se trata da busca por identidade política própria.

“Tenho orgulho da minha família e admiração incondicional pelo meu avô. Só que preciso ter meu próprio brilho”, dizia na época.

Ao longo de 2009 o deputado amadureceu a ideia de disputar sua terceira eleição, a primeira para o executivo. Então foi lançada a pré-candidatura a prefeito de São Luís que no começo foi desacreditada, inclusive, por membros do próprio grupo de Adriano.

As recentes movimentações dentro do Partido Verde e a tentativa bisonha de desacreditar aquilo já dado como certo apenas revelam que Adriano não só se fortificou, como também começa a incomodar.