Ex-presidente não admite união no entorno da reforma da previdência

O ex-presidiário, e ainda condenado, Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta quinta (12) de reunião com o Núcleo de Acompanhamento de Políticas Públicas do PT. No encontro, Lula atacou Rodrigo Maia, a imprensa e o ministro da Economia Paulo Guedes.

“Enquanto o presidente Jair Bolsonaro não liga para nada, presidente da Câmara, em nome de uma alternativa confiável, vai aprovando tudo o que o Guedes quer”, afirmou o ex-presidiário.

Lula também direcionou suas críticas a imprensa ao dizer que “os meios de comunicação voltaram a adotar a política de pensamento único”, em referência às discussões sobre a reforma da Previdência, já aprovada em dois turnos no Congresso e sancionada pelo presidente Bolsonaro. Segundo o petista, a imprensa seria responsável por não dar espaço a opiniões contrárias à reforma proposta pelo Ministério da Economia.