O ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou na manhã desta quinta (19) que a Força Nacional irá fazer a manter a operação de proteção a índios por “enquanto for necessário”. Para Sérgio Moro, as unidades de segurança federais e estaduais estão atuando juntas para combater o aumento da violência. As declarações foram dadas em reunião com a senadora Eliziane Gama (Cidadania).

Ainda segundo o ministro, o inquérito da Polícia Federal que investiga o assassinato do líder indígena Paulo Paulino Guajajara não encontrou indícios de crime de ódio. As investigações, até o momento, descartaram a participação de madeireiros e apontam para um crime realizado por caçadores da região.

Eliziane Gama questionou o Sérgio Moro sobre a Polícia Federal não ter solicitado nenhuma prisão. O ministro não soube informar a razão da não ocorrência de prisões até o momento.

A reunião nesta quinta-feira (19), em Brasília, foi solicitada pela parlamentar para discutir ações de prevenção da violência e iniciativas que envolvem tanto o Poder Executivo quanto o Legislativo.