É lógico que o seu jeito circense de fazer política do deputado Duarte Jr iria transformá-lo em uma piada ambulante

Viralizou nas redes sociais um vídeo do deputado Duarte Jr ((PCdoB) em que ele, aparentemente, se recusa a comer mocotó em uma feira da capital. O deputado é acompanhado pelo governador Flávio Dino e pelo ex-vereador Ivaldo Rodrigues.

Edição: José Linhares Jr

Como todo e bom ególatra, o deputado reagiu ao caso caracterizando o episódio como “fake news” contra ele. Tudo por conta de seu desempenho nas pesquisas. Uma versão que não resiste ao fato simples de que Duarte Jr é a maior vítima do próprio Duarte Jr.

Qualquer pessoa minimamente inteligente percebe que isso se trata de uma galhofa com o deputado, um meme, uma piada.

Por que, assim como Duarte Jr, o deputado federal Eduardo Braide não é constantemente alvo de memes e piadas? Por que o mesmo não acontece com Roseana Sarney ou Neto Evangelista? Por que Duarte Jr virou o principal alvo dos produtores de memes no estado?

A resposta é simples: o próprio comportamento estapafúrdio de Duarte Jr e sua obsessão em querer aparecer a qualquer custo e de qualquer forma. Aproveitando-se de toda oportunidade.

Não há na história recente da política maranhense um político tão sem noção e senso de ridículo como Duarte Jr. E são inúmeras as passagens que comprovam isso. Mas, uma é o suficiente para exemplificar a tese. Não é nem preciso lembrar da música dos Vingadores. A peça miraculosa do Procon em que Duarte aparece, literalmente trepado, em cima da sede do Viva Cidadão.

O próprio Duarte Jr se avacalha…

Torno a dizer: nenhum outro político estado (talvez Josimar de Maranhãozinho) teria coragem de promover ato tão bisonho em busca de exposição.

Aliás, Duarte Jr responde a um processo de cassação de mandato justamente por ter, segundo o Ministério Público, extrapolado os limites do bom senso e usado descaradamente as mídias do Procon em benefício próprio.

Com absoluta certeza Duarte Jr não reclama do bônus de sua ampla exposição e do seu jeito circense de fazer política. E entenda-se por bônus a sua eleição e exposição midiática. Contudo, o deputado comunista quer negar o ônus dessa exposição.

Se quiser deixar de ser um meme ambulante, Duarte Jr deveria deixar de tratar a política como um picadeiro. Que tal encarar a política como Eduardo Braide, Flávio Dino ou Adriano Sarney?

E para finalizar: esse vitimismo chinfrim não irá servir como escudo, Capitão Jardim América.