Movimentações de Flávio Dino e Weverton Rocha indicam predileção pelos dois como candidatos da base governista para São Luís em 2020

Há poucas semanas o clima de incerteza política determinava as articulações governistas para as eleições de 2020 em São Luís. É consenso entre PCdoB, PDT e demais partidos da base que devem ser lançadas, pelo menos, duas candidaturas para tentar vencer o líder das pesquisas, Eduardo Braide.

Neto Evangelista (DEM), Rubens Pereira Jr (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Duarte Jr (PCdoB), Yglésio Moyses (PDT) e Osmar Filho (PDT) disputam a preferência do bloco governista. As últimas declarações e movimentações do governador Flávio Dino e do senador Weverton Rocha evidenciam a preferência de ambos pelo secretário de cidades Rubens Pereira Jr e pelo deputado estadual Neto Evangelista.

Em entrevista ao programa Ponto e Vírgula ontem (19), o governador Flávio Dino fez questão de elogiar o companheiro de partido. “Foi duas vezes deputado estadual, duas vezes deputado federal”. E prosseguiu: “Rubens Junior é um quadro político já experimentado, embora muito jovem”.

O apoio do governador a pasta de Rubens e estas declarações deixam Rubens Jr em uma situação bastante confortável e indicam que o PCdoB irá preferir um perfil mais discreto politicamente e tecnicamente mais plausível a alguma aventura populista.

Já Neto Evangelista a cada dia que passa parece ser mais alinhado ao PDT de Weverton Rocha. Informações do jornalista Gilberto Léda dão conta de que o senador, inclusive, tentou a filiação de Evangelista no PDT.

A opção por Neto Evangelista dentro do PDT se dá por duas razões: a ausência de um nome competitivo e os laços de confiança entre o deputado e o grupo do senador Weverton Rocha.

Pesa sobre Neto também o fato de já ter sido testado em eleição majoritária e ter o maior potencial de crescimento entre os governistas.

Em relação aos outros candidatos, recaem muitas suspeitas. O desequilíbrio e inexperiência de Yglésio e Duarte Jr é visto como perigoso. Bira do Pindaré é visto com desconfiança. Osmar Filho goza de muito prestígio no grupo, mas não conseguiu viabilizar-se politicamente.

Flávio Dino como Weverton Rocha anunciaram que o martelo será batido em março. Pelo andar da carruagem, é muito improvável que Evangelista e Rubens Jr não sejam os escolhidos.