Presidente foi acusado de promover extermínio da população indígena e destruição da Amazônia no Tribunal Penal Internacional (TPI)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, foi denunciado nesta semana por “crimes contra a humanidade” e “incitação ao genocídio de povos indígenas” no Tribunal Penal Internacional (TPI).

De acordo com a denúncia, o presidente teria incitado violência contra as populações indígenas, agiu com omissão nas respostas aos crimes ambientais na Amazônia e enfraqueceu a propositadamente a fiscalização.

O Tribunal agora irá avaliar se a investigação requisitada pelas ONGs será aberta contra Jair Bolsonaro.

A denúncia foi feita pela Comissão Arns, presidida pelo ex-ministro José Carlos Dias, e pelo Coletivo de Advogados em Direitos Humanos, de Eloísa Machado de Almeida. Todos mantém ligações diretas com o ex-presidente Lula.