Apresentador comprou jato de R$ 17 milhões subsidiado com dinheiro público durante governos petistas

O avião superluxo do apresentador, comprado com dinheiro do BNDES em uma operação escandalosa de empréstimos para milionários com subsídios às custas de dinheiro dos pagadores de impostos, foi usado pelo ex-presidiário Luís Inácio Lula da Silva para deixar a cidade onde estava preso, Curitiba

O jatinho foi comprado em 2013, durante o mandato da ex-presidente Dilma Rousseff. O avião luxuoso do apresentador está no nome da empresa Brisair Serviços Técnicos Aeronáuticos e foi subsidiado em R$ 17,7 milhões. Recursos oriundos do BNDES, recursos dos pagadores de impostos.

Jatinho custeado com dinheiro público serviu a ex-presidiário

O caso veio à tona poucas semanas atrás após o presidente Jair Bolsonaro abrir a caixa-preta do BNDES e revelar o esquema de empréstimos para a compra de jatinhos de luxo por milionários. Enquanto pessoas comuns são obrigadas a fazer a aquisição de veículos com juros de cerca de 20% ao ano, ricaços como Luciano Huck faziam a aquisição de jatos a juros de 4% ao ano.

Dessa forma, não é de se estranhar as razões que motivam Huck a emprestar o jatinho e sua raiva em relação ao governo de Jair Bolsonaro.