Polícia Federal está desbaratando conspiração formulada por esquerda brasileira e jornalista norte-americano contra Sergio Moro e Jair Bolsonaro

De a acordo com o jornalista Cláudio Dantas, a Polícia Federal periciou as mensagens de terceiros que Walter Delgatti enviou à deputada Manuela D’Ávila e confirmou que várias delas eram falsas.

Além disso, está em curso um processo de delação premiada de Walter Delgatti, o vermelho, à Polícia Federal que pode acabar com a farsa montada contra o governo de Jair Bolsonaro e contra o ministro Sergio Moro.

Suspeitas indicam que poucos meses após assumirem os cargos, os dois foram vítimas de uma quadrilha de bandidos virtuais capitaneadas pelo jornalista Glenn Greenwald que tentou dar caráter jornalístico ao material roubado e falsificado.

Vermelho confiscou contas inativas do Telegram de alguns alvos e gerou simulações de diálogos, expondo depois essas conversas como verídicas.

Foi o que aconteceu, por exemplo, no caso do grupo de Telegram de ministros do Supremo – que nunca existiu – e das conversas de Eduardo e Carlos Bolsonaro.