A pesquisa Escutec divulgada pelo jornal O Estado do Maranhão no sábado (19) revela que, apesar dos ataques diários da mídia e das crises dentro do PSL, o mandato do presidente Jair Bolsonaro é aprovado por cerca de 37% dos ludovicenses.

Em 2018 Bolsonaro mostrou ser, talvez, um dos maiores transferidores de votos da história política nacional. Sua influência elegeu desconhecidos a todos os cargos nas eleições: deputados estaduais, deputados federais, senadores e governadores.

Dado o elevado número de pré-candidaturas em São Luís, é provável que 20% das intenções de voto coloque qualquer um no segundo turno. Ou seja: se Bolsonaro tomar partido nas eleições de 2020 e metade dos eleitores de São Luís que aprovam seu mandato seguir sua orientação, o segundo turno é garantido.

Lembrando que em 2016 Eduardo Braide foi ao 2º turno com 21% dos votos em uma eleição que tinha apenas três candidaturas competitivas.

A influência que Jair Bolsonaro pode ter nas eleições de São Luís tem como base história e números, todo o resto é análise chiliquenta.